Hérnia de disco: saiba mais sobre essa doença 

Hérnia - Grupo Prque das Palmeiras Amazon

A hérnia de disco é caracterizada quando uma porção do disco invertebral na coluna comprime um nervo, sendo uma das causas mais comuns de gerar dor na lombar e também de dor na perna ( dor ciática ou também chamada de ciatalgia). Esses discos invertebrados só compostos de pequenas estruturas cartilaginosas da coluna vertebral que estão dispostos e localizados em toda a extensão da coluna (cervical, torácica e lombar) que separa as vértebras suas principais funções são de proporcionar um amortecimento da carga de mobilidade da coluna. Hoje, no blog das Clínicas Parque das Palmeiras Amazon você confere mais curiosidades e informações sobre a hérnia de disco que em estudos realizados é apontada como uma doença que atinge mais de 30% da população, assim como suas causas, tratamento e diagnóstico realizado para a doença. Confira mais continuando a leitura de nosso artigo: 

 O que causa a hérnia de disco?

A palavra “hérnia” significa projeção ou saída por meio de uma fissura ou orifício de uma estrutura contida. Em geral, a maioria dos casos de hérnia de disco acontecem em consequência do acontecimento do envelhecimento da cartilagem, o que ocasiona o enfraquecimento e rompimento/quebra da camada externa do disco, fazendo com que parte do conteúdo central seja expelido (chamada hérnia de disco), dependendo de onde esse líquido é expelido o paciente pode sentir dores fortes, por isso o mais importante de se descobrir é onde está localizado a hérnia de disco. 

Principais tipos de hérnia de disco:

  1. Protrusas: O disco se expande, mas contém o líquido gelatinoso em seu centro. As paredes do disco podem tocar áreas que possuem grande sensibilidade, gerando dores e incapacidades 
  2. Extrusas: Essa é uma condição ortopédica muito frequente e importante que afeta os discos intervertebrais da coluna que funcionam como verdadeiros amortecedores.
  3. Sequestradas: Acontece com o rompimento da parede do disco e o líquido gelatinoso migra para dentro do canal medular, para cima ou para baixo. Além da pressão na raiz nervosa, provoca inflamação e compressão contínua. 

Principais sintomas: 

  • Dor nas costas que perduram mais de dois meses 
  • Dor constante ao ficar em pé com a perna estendida
  • Dificuldade em ficar muito tempo sentado 
  • Formigamento, dores e dormência nos membros 
  • Dificuldade em segurar a urina 
  • Dores de cabeça, nuca e que se prolongam para os ombros

Diagnóstico da hérnia de disco:

O diagnóstico da hérnia de disco pode ser feito a partir de uma avaliação clínica: feito a partir do exame físico, onde um médico especialista em coluna busca reproduzir sintomas da compressão neural, além de realizar testes de funções neurológicas. No exame avalia-se sensibilidade, reflexos e força motora. Exames de imagem também auxiliam no diagnóstico: quando há uma suspeita clínica de hérnia de disco, a confirmação é realizada a partir de ressonância magnética e para pacientes que possuem contra indicações a ressonância é utilizado a tomografia computadorizada 

Tratamento: 

Em apenas 10% dos diagnósticos de hérnia de disco é indicado a realização de cirurgia. Os tratamentos podem envolver o uso de medicamentos, principalmente na fase aguda visto que eles podem ser utilizados para o controle da dor. A fisioterapia possui uma função muito importante no controle da dor lombar e da dor expandida para os braços e pernas. Lembre se sempre de consultar um médico ao menor sinal dos sintomas apresentados, sentir dor nunca é normal! 

Gostou de saber mais sobre esse conteúdo? nos siga nas redes sociais e nos acompanhe: @clinicasparquedaspalmeiras Precisando de um médico? Nas Clínicas Parque das Palmeiras Amazon você se consulta com profissionais qualificados por um preço bem acessível!

Agende agora: (91) 3277-7000 (WhatsApp)

 (91) 3205-0060 (ligações em horário comercial)

(91) 8139-2500 (Telegram)