Quantas horas devo dormir por dia? – Saiba mais!

Qualidade-De-Sono-Clínica Parque das Palmeiras

Ter um sono de qualidade faz toda a diferença na nossa vida e na maneira que nos comportamos no dia a dia, por isso devemos estar atentos e analisar se estamos realmente dormindo tempo o suficiente para repor nossas energias. Mas você deve estar se perguntando: Como saber se eu estou dormindo tempo o suficiente?

Antes de falar sobre a quantidade de horas ideais para cada faixa etária, é importante ressaltar que cada ser humano tem seu relógio biológico, então enquanto algumas pessoas só se sentem descansadas depois de dormir por mais de 7 horas, outras pessoas podem conseguir descansar dormindo apenas 5 horas por dia, e assim vai.  A coordenadora do Laboratório de Sono do Hospital São Paulo e do Laboratório de Pesquisa Neuro-Sono, Lucila Bizari Fernandes do Prado, afirma que a liberação dos hormônios funciona de acordo com o ritmo circadiano de cada pessoa.

Veja também: Como melhorar a qualidade do seu sono

Quantas horas cada faixa etária precisa dormir?

Nos Estados Unidos, A Fundação Nacional do Sono, realizou e revisou diversas pesquisas para atualizar a lista de recomendação de horas necessárias diariamente de sono para estar com a saúde em dia. Confira:

Recém nascidos: eles precisam dormir de 14 a 17 horas por dia;

Bebês (de 4 a 11 meses): precisam dormir de 12 a 15 horas;

Crianças (de 1 a 5 anos): precisam de 10 a 14 horas de sono;

Crianças (dos 6 aos 13 anos): a recomendação é de 9 a 11 horas de sono;

Adolescentes (de 14 a 17 anos): devem dormir de 8 a 9 horas por noite;

Jovens e Adultos (de 18 a 64 anos): devem dormir de 7 a 9 horas por dia;

Quando a pessoa passa dos 64 anos, a quantidade necessária é de 7 a 8 horas.

Essa pesquisa relacionada a tempo ideal que cada pessoa deve dormir, dividido em faixas etárias, foi publicada no periódico Sleep Health: Journal of the National Sleep Foundation (Saúde do sono: Jornal Nacional do Sono).

Consequências de não dormir bem

  • Aumenta o risco de doenças
  • Sistema imunológico fica mais fraco
  • Ocorre a diminuição do metabolismo
  • Falta de concentração, tanto para realizar tarefas simples, quanto complexas
  • Risco de diabetes aumenta
  • Diminuição da libido
  • As olheiras começam a aparecer.

Você sabia que não ter um sono de qualidade pode deixar seu sistema imunológico mais fraco? Quando você dorme pouco, o corpo libera menos interleucinas, que são as substâncias que agem contra os vírus e bactérias. Com isso, o risco de contrair doenças aumenta. Além disso, não dormir bem pode desencadear doenças cardíacas, depressão, etc. Outra consequência de não dormir bem é a diminuição do metabolismo.

Quando você não descansa e tem um sono reparador, sua mente fica cansada e você pode sofrer com dificuldades até mesmo ao realizar tarefas que são simples. Uma pessoa que não dorme direito também pode ter mais dificuldade de lembrar de e memorizar as coisas, pois os lapsos de memória também tornam-se frequentes quando a pessoa não descansa, o que pode prejudicar o raciocínio e o aprendizado. Ou seja, é extremamente difícil conseguir manter a concentração.

A libido também é prejudicada quando você não dorme bem, já que a falta de sono muda o humor e diminui o cortisol e a adrenalina, que são hormônios ligados ao sexo. O estresse prolongado pode interferir na disposição para a prática da atividade.

Uma das consequências mais visíveis de poucas horas de sono são as olheiras, que com o cansaço, são inevitáveis. Se o seu corpo e sua mente não descansam, você começa a sentir na pele. E são as olheiras que aparecem pelo congestionamento dos vasos capilares na região que fica em torno dos olhos.

Você está dormindo bem? Lembre-se de que ter um sono de qualidade faz toda a diferença. Cuide-se!

Referência à tabela do sono: Revista VEJA