Por que aparecem as varizes e como tratar?

Colorido 3D Ilustrado Ensino a Distância Eventos e Interesse Específico Apresentação

A dilatação das veias das pernas se apresenta em 45% do público feminino e a condição piora a medida que a idade avança. Entre as pessoas com mais de 70 anos, 70% têm algum grau do quadro conhecido por insuficiência venosa crônica.

Mas afinal, o que são as varizes?

A perna se encontra recoberta pelos capilares dilatados e escuros (telangiectasias). Em seguida, forma-se nas veias pequenas dilatações, que, depois confluem em reagrupamentos de vasos igualmente dilatados e tortuosos. Esses afetam principalmente o traçado da veia safena maior, que corre ao longo da face interna da perna e da coxa, e da safena menor, que sobe ao longo da barriga da perna até a fossa do joelho (fossa poplítea). As varizes aumentam em cinco vezes o risco de trombose venosa, a formação de um coágulo nos vasos sanguíneos profundos.

Principais causas das varizes

  • Genética: Contribui bastante para o surgimento, ou seja, quem tem um familiar de primeiro grau com varizes, o risco de desenvolvê-las é bem maior;
  • Hormônios: Remédios que mexem com o sistema hormonal chegam a alterar a integridade dos tubo;
  • Trabalhos que exigem ficar muito tempo em pé (vendedoras, recepcionistas, garçonetes…) ou muito tempo sentadas (secretárias, motoristas…);
  • Exposição prolongada ao calor (cozinheiras);
  • Exercícios que forçam excessivamente os músculos;
  • Gravidez: O peso extra do útero com o crescimento do bebê aperta as veias da pelve, o que repercute direto nos membros inferiores
  • Obesidade: Os quilos extras sobrecarregam e pressionam os vasos responsáveis por transportar o sangue pelas pernas.
  • Fístulas arteriovenosas
  • Passado de Trombose venosa Profunda.

Principais Sintomas

  • Dor na perna
  • Sensação de peso e inchaço nas pernas;
  • Tensão dolorosa;
  • Câimbras;
  • Dormência;
  • Mudanças na cor da pele ao redor dos tornozelos e pernas;
  • Coceira na pele sobre a veia varicosa;
  • Sensação de formigamento;
  • Acúmulo de líquido e inchaço na pernas.

Os sintomas de varizes pode se tornar mais graves alguns dias antes e durante o período menstrual.

A dor é resistente a todos os analgésicos, mas geralmente melhora com alguma atividade física.

O que fazer?

Alguns cuidados poderão ajudar a aliviar a dor e impedir complicações:

  • Realizar atividades físicas moderadas, como natação, caminhadas, andar de bicicleta.. mantendo a frequência.
  • Emagrecimento (manter um peso saudável)
  • Evitar o excesso de calor
  • Evite permanecer em pé ou sentado por muito tempo. Faça alongamentos de vez em quando.
  • Evite roupas apertadas
  • Utilize meias de compressão
  • Elevar as pernas sempre que possível.

Buscando ajuda médica

Se mesmo com os cuidados os sintomas não passarem  ou se houver preocupação com relação às complicações das varizes, é importante buscar ajuda médica.

Especialistas indicados: Angiologista ou cirurgião vascular.

Você pode marcar sua consulta nas Clínicas Parque das Palmeiras e avaliar o melhor procedimento.

Marque agora: 91 -3205-0060 (Whatsapp)

Tratamentos disponíveis

  • Escleroterapia
  • Cirurgia, que são individualizadas para cada pessoa: pode-se usar a cirurgia convencional, laser, radiofrequência, espuma eco guiada ou mini cirurgia com anestesia local, de acordo com a evolução da doença. Por isto recomenda-se cuidar o mais precoce possível para que o tratamento seja o mais simples.

As varizes que se desenvolvem durante a gravidez geralmente melhoram sem tratamento médico dentro de três a 12 meses após o parto.

Fontes:

  • La Marca, Lídia , Sinta-se bem! Guia médico natural para mulher/ Lídia La Marca; Tradução Dóris A de Mattos dos Santos – Tatuí-SP: Casa Publicadora Brasileira, 2011. Título original: Siéntete bien!
  • Site: www.minhavida.com.br/saude/temas/varize
  • Site: saude.abril.com.br/medicina/varizes-saiba-por-que-surgem-e-como-tratar/

 

Clínicas Parque das Palmeiras 

91 -3205-0060 (Whatsapp)