Seu bebê sente cólicas? Saiba o que fazer.

Cólicas em bebês

Todos os bebês choram. É a única forma que eles têm de comunicarem as suas necessidades e desconfortos. Mas quando sentem cólica, o choro é desesperador… é incessante e aparentemente sem motivo.

As cólicas em bebês são comuns, porém muito desconfortáveis. Muitos pais ficam desesperados por não saberem como consolar os pequeninos e aliviar suas dores.

Por que bebês sentem cólicas?

Embora a causa exata da cólica seja sempre um mistério, os especialistas garantem que não é por problemas genéticos e nem resultado da gravidez ou parto.
As causas podem ser diversas e até variarem. Podem ser devido a ingestão de ar na hora de mamar ou tomar o leite na mamadeira, intolerância a algum alimento ou componente, por exemplo.
Existem algumas teorias sobre as possíveis causas:

1- Sentidos super estimulados

 Uma explicação: os recém-nascidos têm um mecanismo integrado para sintonizar imagens e sons ao seu redor, o que lhes permite dormir e comer sem serem perturbados pelo ambiente. Perto do final do primeiro mês, no entanto, esse mecanismo desaparece – deixando os bebês mais sensíveis aos estímulos ao seu redor. Com tantas novas sensações chegando, alguns bebês ficam sobrecarregados, muitas vezes no final do dia. Para liberar esse estresse, eles apenas choram.
A cólica acaba, diz a teoria, quando o bebê aprende como filtrar alguns estímulos ambientais e, ao fazer isso, evita uma sobrecarga sensorial.

2- Sistema digestivo imaturo

 A digestão de alimentos é uma grande tarefa para o novo sistema gastrointestinal de um bebê. Como resultado, os alimentos podem passar muito rapidamente e não se decompor completamente, resultando em gases intestinais, causando as dores.

3- Sensibilidade ou intolerância alimentar
Em bebês alimentados com leites de vaca ou fórmulas, alguns especialistas acreditam que pode ser resultado da intolerância ou sensibilidade às proteínas do leite de vaca (ou intolerância à lactose). Em bebês amamentados pelo leite materno, acredita-se, que a pode ser resultado da alimentação da mãe, causando dor de barriga e cólicas.

Imagem de PublicDomainPictures/Pixabay

DICAS DE COMO DE ALIVIAR A CÓLICA NO BEBÊ

1- Colocar o bebê para arrotar depois de cada mamada;
2- Compressa de água morna na barriga do bebê (cuidado para não aquecer demais e causar queimaduras);
3- Massagem na barriga com óleo infantil ou creme hidratante em movimentos circulares e colocar o bebê para arrotar após cada mamada. Caso as cólicas não passem, é importante consultar o pediatra para que possa ser indicado algum medicamento que alivie as dores.
4- Exercícios com as pernas para liberar os gazes, como movimentos de bicicletas e empurrando-as em direção ao abdômen, de forma a comprimir ligeiramente a barriga;
5- Dar um banho morno no bebê;
6- Se estiver amamentando, observe a sua alimentação e verifique o que causa maior desconforto ao bebê. Evite alimentos gordurosos e industrializados.
7- Evite o estímulo excessivo. Limite as visitas e exposição de seu bebê a novas experiências especialmente no final da tarde e no início da noite. Observe como seu bebê responde a certos estímulos. Mantenha a calma e tente deixar o ambiente do seu bebê tranquilo. Diminua as luzes, fique em silêncio ou mantenha os tons de voz ou cântico bem suave.

8-Consulte sempre o pediatra. Para um bom desenvolvimento do bebê, é necessário ter sempre um acompanhamento médico. Verifique com ele(a) sobre a necessidade do uso de medicamentos que estimulem a liberação dos gases e que aliviem a dor.

Clínicas Parque das Palmeiras

Consultas e exames em Belém-PA: 91 3205-0060 (Whatsapp)

Preços bem acessíveis.

Referências:
What to Expect the First Year, 3rd edition, Heidi Murkoff.
ACOG (American College of Obstetricians and Gynecologists), CDC (Centers for Disease Control and Prevention) e AAP (American Academy of Pediatrics),